Bem-Vindos a "O Bar do Alcides"!

* O Bar do Alcides não faz favores a ninguém!
* É apolítico e imparcial!
* Todos os portugueses são vítimas da MAÇONARIA, que continua destruindo a nossa Nação!

segunda-feira, 4 de maio de 2009

O Sol de 04.05.2009: Dias Loureiro regressa à comissão parlamentar de inquérito sobre o BPN.

A audição está agendada para terça-feira, 5 de Maio, pelas 11h, de acordo com a informação contida no site do Parlamento.

Em Janeiro, a comissão parlamentar de inquérito ao Banco Português de Negócios (BPN) confrontou António Coutinho Rebelo (antigo administrador do Excellence Assets) com um acordo assinado por Dias Loureiro que punha fim à participação do fundo na empresa Biometrics, de Porto Rico.

No acordo de cessação, Dias Loureiro assume a representação do fundo Excellence Assets Fund (que na altura detinha 25 por cento da Biometrics), da própria SLN, da Newtech Strategic Holdings e da NovaTech Technology Corporation, igualmente do universo SLN.

«Se Dias Loureiro assumiu [a representação do Excellence] não foi porque o conselho de administração do Excellence Assets Fund tenha feito um mandato escrito para que Dias Loureiro assumisse essa representação» , disse Coutinho Rebelo, acrescentando que «essa iniciativa foi uma autodeterminação de Dias Loureiro».

À agência Lusa, Dias Loureiro não comentou na altura as declarações de Coutinho Rebelo, afirmando querer esperar pela sua segunda ida à Comissão Parlamentar de inquérito, marcada para amanhã.

«Fui eu que pedi para ir à Assembleia da República. Não quero falar antes de ir ao Parlamento» , disse o ex-administrador da SLN.

O negócio com a tecnológica porto-riquenha Biometrics saldou-se em prejuízos de pelo menos 38 milhões de dólares, admitiu Dias Loureiro quando foi ouvido pela primeira vez na Comissão Parlamentar, tendo sido classificado posteriormente como «um negócio ruinoso» para a SLN.