Bem-Vindos a "O Bar do Alcides"!

* O Bar do Alcides não faz favores a ninguém!
* É apolítico e imparcial!
* Todos os portugueses são vítimas da MAÇONARIA, que continua destruindo a nossa Nação!

segunda-feira, 12 de março de 2012

DA TAILÂNDIA COM AMOR E HUMOR - Blog Amigo!






DA TAILÂNDIA COM AMOR E HUMOR - BLOG AMIGO D' O Bar do Alcides.

http://maquiavelencias.blogspot.com/2012/03/notas-verbais-faz-15-perguntas-paulo.html

NOTAS VERBAIS FAZ 15 PERGUNTAS A PAULO PORTAS. MAS HÁ BASTANTES MAIS.

15 Perguntas a Paulo Portas. Há bastante mais

E aqui vai o primeiro elenco de Perguntas a Paulo Portas, de cerca de uma centena e meia (uma dúzia com matérias repetidas e outra dúzia com assuntos derivados e sem relação direta com as funções do ministro). É claro que seria uma "revolução", o ministro responder a perguntas de um blogue, mas pior revolução seria não as fazer, até porque as pergunt6as são as desgraça da resposta. Aqui vão quinze:
  1. V.Exa. manifestou já espírito reformador na anterior pasta que exerceu. Depois, por arrastamento e ainda por desconhecimento aceitou nomear chefias do tempo do seu predecessor que lhe foram sugeridas. O PM anunciou uma revolução na administração pública com os concursos para os cargos dirigentes. Porque é que V.Exa, que acredita no mérito e no esforço, não promove, de imediato, estes concursos no Ministério que agora dirige?
  2. Pode explicar quais as funções, interesse e justificação de uma Subsecretária de Estado Adjunta do Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, nos tempos que correm?
  3. Vou questioná-lo se vai averiguar e entregar à Polícia Judiciária a "roubalheira" infame que foi levada a cabo na Embaixada de Portugal, em Banguecoque, onde desapareceram centenas de milhares de euros recebidos do arrendamento de uma parcela de terreno a um hotel de 5 estrelas. Houve abuso de poder de certos embaixadores que gastaram, dinheiros que não eram deles, à tripa forra.
  4. Para quando se obrigará os EUA a começarem a pagar em numerário (por exemplo, numa estimativa assim modesta, 999 milhões de... Euros, anuais) a utilização (imperial) da Base das Lages, nos "Azores" (como é designado no Congresso).
  5. Foi prática corrente durante o mandato do Secretário-Geral precedente, a designação de diplomatas para postos ainda antes de os respectivos concursos terem sido abertos. Poderá V.Exa. pôr termo a este enviesamento e promover maior transparência?
  6. V.Exa. definiu como prioridade a lusofonia que, paradoxalmente, está reduzida a uma magra divisão no Ministério que dirige. Poder-lhe-á dar V.Exa., de direito o estatuto que a Lusofonia merece dentro e fora do Ministério que dirige?
  7. V.Exa. anunciou que iria dar prioridade à diplomacia económica, mas nem os mais aptos estão qualificados para a exercer. Tenciona V.Exa. mobilizar o capital de experiência, o potencial e a sabedoria do Instituto Diplomático para formar os diplomatas, de forma séria e aprofundada, na Diplomacia Económica?
  8. O exercício de funções em postos difíceis e em continentes difíceis deixou de ser premiado e o simples facto de se ter exercido consecutivamente dois postos A na Europa não é hoje factor impeditivo para que se chegue rapidamente a Chefe de Missão. Poderão ser restaurados critérios de transparência que outrora vigoraram e respeitar-se antiguidade, o mérito e a competência?
  9. O que é que Portugal vai fazer no Conselho dos Direitos do Homem? Vai fazer o que não pode fazer pela premência da sua diplomacia económica, ou vai ser esse mais um instrumento de omissão ao serviço da referida?
  10. O lugar de Director do Gabinete de Informação e Imprensa era habitualmente confiado no passado a uma figura eminente com prestígio na diplomacia. Nos últimos tempos esta figura viu-se esfumada em proveito de Assessores de Imprensa não diplomatas. Não poderia V.Exa. restaurar o prestígio antigo desta função e confiá-la a um diplomata qualificado?
  11. O Embaixador de Portugal na OCDE não existe há dez meses. Porquê? Não é importante? É para poupar? Não há gente qualificada?
  12. Nas propostas de nomeação de embaixadores, V.Excia tem tido em conta os arquivos da Inspeção Diplomática, ou que lá mora é para esquecer?
  13. Portugal anunciou que iria dar prioridade ao Serviço Europeu de Acção Externa, mas há vagas que outros países anunciam nos respectivos sítios web e que Portugal ou não publica, ou não anuncia, ou não comunica. Poderá V.Exa. promover uma política mais transparente a este respeito? E definir uma estratégia apropriada - que não existe - e que passa pela promoção de gente capaz para os lugares certos?
  14. Um seu predecessor, Professor Freitas do Amaral anunciou concursos para os cargos de conselheiros técnicos nas Embaixadas e Missões Permanentes, o que nunca veio à luz do dia. Porque não põe V.Exa. isto em marcha já?
  15. Por que motivo, o recurso ao regime de substituição pata tanto lugar de diretor e chefe?